Geral

Mesmo sem horário de verão baianos precisam ter muita atenção ao relógio

O horário de verão começou no último domingo (20) e, mais uma vez, a Bahia, assim como os estados do Norte e Nordeste, não aderiu à mudança. O resultado é uma confusão de horários que muitas vezes interfere na vida pessoal ou profissional dos baianos. Com isso, a população acaba ficando refém de serviços baseados pelo horário oficial de Brasília, como postagens dos correios, operações bancárias por meio de caixas eletrônicos, internet ou telefone. Até os apostadores de loteria devem ficar atentos aos novos horários para não perder o jogo.

O publicitário Márcio Silveira, que atua numa agência de publicidade com filiais em São Paulo e no Distrito Federal conta que “até terminar o horário de verão, terei que enviar os trabalhos da agência de acordo com o horário de Brasília. Para entregar as produções no prazo vou ter que me esforçar ainda mais, já que terei uma hora a menos para enviar o material”. Quem trabalha em multinacional, como o operador de telemarketing Rodrigo Coelho, também já se prepara para as mudanças. “Mesmo que Salvador não participe, terei que trabalhar em função do horário de verão. Talvez até mudar o meu horário de trabalho”, comenta.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo