Política

Seminário para discutir programa de Lídice faz críticas ao PT

Em escalada para a construção  do plano de governo, que deve apresentar na corrida estadual ao Palácio de Ondina, a senadora Lídice da Mata já começou a testar o rumo de sua campanha ao oferecer uma primeira discussão sobre o cenário político baiano atual, no I Seminário Pensar a Bahia Sustentável, aberto ontem no Hotel Portobello, em Salvador. O primeiro encontro foi um aperitivo do discurso que pode se intensificar nos próximos meses. Com o tema “Que política é possível”, o primeiro expositor, o carioca, professor e doutor em Sociologia, Luiz Werneck Viana destacou o “desgaste” do panorama político atual. Em conversa com a reportagem da Tribuna, antes do evento, ele citou que “a era Lula-PT pode está acabando”. “O ciclo político dá sinais de exaustão. O que se vê com muita nitidez na sociedade é que as manifestações ocorrem de forma descontrolada e isso em um cenário em que temos um partido de origem na esquerda, está no poder há 12 anos e que se demonstrou incapaz de formar  raízes com os vínculos orgânicos e com a vida popular. Há uma necessidade de mudança crescente”, afirmou. Segundo ele, essas questões podem influenciar na disputa de outubro. “Estamos nos aproximando de uma sucessão que vai ser competitiva, a tomar  pelas referências de manifestações que temos tido”, frisou. O professor foi ainda mais enfático ao dizer que se não for o fim da era dos petistas, “algo mudou”. “E se continuarem vão ter que mudar porque as pessoas hoje querem não só mais, mas querem melhor. Não querem mais decisões que só vêm de cima”, analisou, destacando que esse contexto se inflama em ano “que é mais especial por envolver a Copa do Mundo e as eleições”. Informações Política Livre

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo