Política

Ex-deputado suspeito de mutilar 15 mulheres é aprovado para participar do programa Mais Médicos

Foi aprovado para participar do programa Mais Médicos do Governo Federal, o ex-deputado federal e médico Carlos Mansilla que  está com o registro profissional interditado.

Mansilla começaria a atender pacientes no município de Águas Lindas no estado do Goiás, na última terça-feira (3). De acordo com o portal R7, ele é suspeito de mutilar ao menos 15 mulheres em cirurgias estéticas em Manaus, no Amazonas.

Sobre o assunto, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, informa que Mansilla só foi aprovado porque cumpria ao requisito de registro válido, e que as suspeitas de mutilação devem ser investigadas pelo CFM.

Horas após a declaração, contudo, o registro de Rondônia no CFM foi atualizado e agora consta como interditado. Em nota, o Conselho também afirmou que Mansilla está impedido de exercer a profissão desde o dia 16 de julho.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo