Política

Maragojipe completa 163 anos hoje

Município da Bahia, localizado a cerca de 130 km da capital, Maragojipe tem suas particularidades. A Terra do Carnaval Patrimônio Imaterial do Estado, classificada pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac), é singular na tradição dos mascarados.

Muito rica em recursos naturais, tem roteiros com paisagens belíssimas. A cidade está localizada ao fundo da Baía de Todos os Santos, envolta, por um lado, pelo Rio Paraguaçu e situada na Baía do Iguape.

O município de Maragojipe tem uma das principais áreas de manguezal da America Latina. A cidade é também conhecida como a "Capital Nacional dos Manguezais".

Tudo isso, possibilita um ótimo roteiro para o turismo náutico, sendo o ponto de partida, a simbólica Ponte do Caijá, que serviu por muitas décadas como atracadouro para o lendário Navio Maragojipe.

 

Hoje em dia, a ponte reúne centenas de embarcações na considerada maior regata do Brasil, na modalidade de percurso. A Regata Aratu-Maragojipe é a mais tradicional competição náutica realizada em águas baianas e conta com velejadores do mundo inteiro.

O São João é tradição desde o começo da Vila. Segundo o historiador Benedito Jorge Carneiro de Carvalho, é a festa popular mais antiga da cidade.

A cidade tem uma arquitetura colonial bastante significativa, com prédios tombados pelo IPHAN, além de outros do início do século passado, como a antiga Vila Suerdieck e as ruínas da fábrica Dannemann, herança dos tempos áureos da indústria do fumo.

A Igreja Matriz de São Bartolomeu, datada do século XVII, foi construída com o apoio da Coroa Portuguesa. De acordo com o historiador, é o “marco zero” para a história da construção da cidade.

A Casa de Câmara e Cadeia, atual Câmara de Vereadores do município, construção do século XVIII no mesmo estilo das Casas de Salvador e Santo Amaro, remonta ao tempo em que o General Labatut foi preso pelos portugueses, e a população lutou bravamente pela Independência do Brasil, o que inclusive lhe valeu o título de Patriótica Cidade de Maragojipe.

 

Neste oito de maio, Maragojipe está completando 163 anos que recebeu o título, passando da categoria de vila para cidade. Em comemoração a este dia, a Prefeitura entrega aos munícipes a Praça da Boiada, duas novas Unidades Básicas de Saúde (UBS), além da unidade móvel completamente reformada.

A programação começa com a tradicional queima de fogos à meia noite. Às 7 horas será realizada uma missa na Igreja de São Bartolomeu. Logo após, haverá hasteamento da bandeira, na Câmara de Vereadores e sessão solene, onde serão homenageadas figuras importantes da cidade.

Em seguida, as inaugurações da Praça da Boiada, UBS das Palmeiras e entrega da Unidade Móvel, na Praça da Matriz, respectivamente. Às 16 horas a Lyra Ceciliana de Cachoeira se apresentará na Praça da Matriz. E às 19 horas, encerrando as comemorações, haverá a inauguração da UBS, em Coqueiros.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo