Mundo

Mesmo com pedido de Dilma, presidente da Indonésia não recua e vai executar brasileiro

O presidente da Indonésia não atendeu a apelos de Dilma Rousseff para poupar a vida de dois brasileiros que estão presos no país asiático e foram condenados à morte por tráfico de drogas. O assessor especial para assuntos internacionais do Brasil, Marco Aurélio Garcia, informou o resultado do apelo nesta sexta-feira (16). Os brasileiros Marco Archer e Rodrigo Gularte foram condenados por tráfico de droga e o primeiro deve ser executado este final de semana. Dilma conversou com o presidente Joko Widodo esta sexta, mas não conseguiu modificar a pena. "Não houve sensibilidade por parte do governo da Indonésia para o pedido de clemência do governo brasileiro. Em princípio, a execução deve se dar à meia-noite de domingo, hora de Jacarta, às 15h no horário de Brasília", disse Garcia. Informações  G1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo