Mundo

Papa nomeia mulher assediada por padre para comissão sobre pedofilia na Igreja

O papa Francisco nomeou nesta sexta-feira (21) a irlandesa Marie Collins, de 66 anos, para uma das oito vagas da nova comissão de proteção a crianças e adolescentes da Igreja Católica. A mulher foi abusada sexualmente, na infância, por um padre e é uma das principais ativistas contra o abuso sexual infantil do mundo. De acordo com o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, o recém-criado colegiado será responsável pelas diretrizes de um outro grupo, que avaliará a reação da instituição religiosa aos casos de pedofilia com o envolvimento de sacerdotes. Em comunicado, Lombardi disse que a proteção das crianças é uma das prioridades da Igreja Católica e do pontífice. "Olhando para o futuro, mas sem esquecer o passado, a comissão terá a tarefa de promover a proteção dos mais jovens", anunciou. Informações Bahia Notícias

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo