Mundo

Marcha no tapete vermelho de Cannes pede igualdade de gênero no cinema

O Festival de Cannes, na França, também foi um espaço de protesto. No fim da tarde de hoje – começo da tarde no Brasil – 82 mulheres marcharam no tapete vermelho da mostra francesa de cinema. O ato precedeu a exibição do longa “Les Filles du Soleil”, de Eva Husson – uma das três diretoras mulheres que competem na edição deste ano, que conta com outros 18 homens. O número 82 faz referência à quantidade de mulheres que já competiram nas 71 edições do Festival de Cannes. No mesmo período, mais de 1.600 homens também disputaram o prêmio. A manifestação foi convocada pelo 5050en2020, o correspondente francês aos movimentos americanos MeToo e Time’s Up, Up, que lutam contra o assédio e pela defesa da igualdade de gêneros na indústria cinematográfica. O grupo pretende fazer com que as cúpulas de instituições, escolas de cinema, festivais e júris sejam compostas por 50% de mulheres até 2020. Fonte: Metro 1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo