Geral

A importância de Salvador e do Recôncavo para o turismo mundial

Salvador e o Recôncavo Baiano têm mais relevância para o turismo no Brasil e no mundo do que estimam membros da elite econômica, política e cultural da cidade, que desperdiçam uma fabulosa fonte de negócios. A economia colonial – açúcar, tráfico de escravos e tabaco – depois o cacau, e a moderna produção de petróleo e derivados, as indústrias petroquímicas, e o escoamento de frutas e grãos, tornaram a Baía de Todos os Santos e seu entorno conhecidíssimos mundialmente, através de pessoas que passam pela região e são divulgadores naturais das qualidades e defeitos do lugar.

Salvador é uma das cidades mais interessantes das Américas, a mais negra, mística e musical, famosa pela obra de Jorge Amado, que divulgou seu povo e sua religiosidade, suas manifestações e inventividade, suas criações e pioneirismo. E isto está presente na cidade e no Recôncavo Baiano – área no entorno da Baía de Todos os Santos, formada por 38 municípios – que atrai estudiosos, religiosos, artistas, comerciantes, e turistas brasileiros e estrangeiros interessados na História do Brasil e sua relação com o mundo. Há muitas pessoas e grupos em outras cidades e países que trabalham ou se tornaram ricos com os negócios feitos ali, querem conhecer o local! Para a indústria turística a região é preciosa, venderia muito e fácil, além de motivar a venda de outros produtos. Desde que esteja bem cuidada, com infra-estrutura, logística e mão de obra especializada.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo