Política

Procurador-geral pode pedir afastamento de Eduardo Cunha por envolvimento na Lava Jato

 O procurador-geral da República Rodrigo Janot pensa em apresentar uma medida cautelar pedindo o afastamento de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da presidência da Câmara, por conta de seu envolvimento nas investigações da Operação Lava Jato. De acordo com a coluna de Monica Bergamo, na Folha de S. Paulo, até o mês passado, delatores que poderiam apresentar elementos contra o parlamentar se mantinham calados, a ponto de sofrerem ameaças dos investigadores de terem os benefícios da colaboração anulados caso omitissem informações. Por conta disso, a defesa de Cunha alega que Janot tenta coagir testemunhas. O deputado diz ainda que as motivações do procurador-geral são políticas e que ele escolhe a quem investigar. Bahia Notícias

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo