Política

Governo nega suposto pedido de Rui Costa para afastar PMs que agrediram militante

A informação de que o governador da Bahia, Rui Costa (PT), teria pedido afastamento dos policiais militares envolvidos em agressão contra militante, no bairro do Rio Vermelho, na noite do último domingo (28/10), foi negada ao Aratu Online por sua assessoria e pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). Em um link que está circulando nas redes sociais, aparece em afirmativa que o chefe do executivo teria exigido o afastamento dos PMs acusados de agredir a estudante Janaína Barata, apoiadora do candidato à Presidência derrotado, Fernando Haddad, durante confusão. A nota se baseia em uma declaração dada pelo governador ainda no domingo, através da sua conta na rede social Twitter. “Condeno os atos de violência que ocorreram na noite de hoje no Rio Vermelho. Assim que tomei conhecimento dos fatos, determinei ampla e rigorosa apuração da ação policial pela Secretaria de Segurança Pública. O caso será levado imediatamente à Corregedoria da Polícia Militar”, escreveu o governador. O caso ainda está sob investigação da Polícia Civil. Todos os envolvidos restaram depoimento nesta terça-feira (29/10) e foram liberados logo em seguida. Fonte: Aratu Online

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo