Cotidiano

Governo descredencia 89 profissionais que abandonaram o Mais Médicos

O Ministério da Saúde publicou nesta quarta-feira (19), no Diário Oficial da União, o descredenciamento de 89 profissionais que deixaram o Programa Mais Médicos sem justificativa. Os médicos foram notificados no último dia 12 e tinham até 48 horas para se pronunciar. Quatro médicos cubanos que tiveram o registro provisório cancelado estão no grupo. Segundo o Ministério, 30 profissionais comunicaram desistência depois da notificação. A nacionalidade dos médicos não foi informada. Dos 89 médicos descredenciados, 80 são brasileiros, cinco são estrangeiros inscritos individualmente e quatro são cubanos contratados através do acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde.  Somente os quatro cubanos tiveram os registros cancelados, pois os documentos tinham sido emitidos pelo ministério. Eles estão impedidos de exercer medicina no Brasil. A médica cubana Ramona Rodriguez não está na lista porque o desligamento já havia sido formalizado. Informações Metro1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo