Política

Google deve retirar vídeo em que carteiro entrega panfleto de Dilma

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou que a Google, dona do Youtube, retire do ar o vídeo em que um suposto carteiro entrega panfletos que seriam da campanha da candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT ). A decisão foi do ministro Herman Benjamin. De acordo com a decisão, o conteúdo do vídeo "induz o eleitor a acreditar que dirigentes dos Correios ou até mesmo a candidata Dilma estariam praticando ato ilícito”. Benjamin atendeu ao pedido de liminar protocolado pela coligação da petista. Segundo o ministro, a defesa de Dilma alegou que o serviço foi devidamente pago e que outros candidatos também contrataram a empresa para entregas de panfletos de campanha. Os Correios negaram uso político na distribuição de material de campanha político, com o argumento de que “o trabalho obedece a critérios estritamente operacionais”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo