Política

Juiz passa mal e audiência contra suposta compra de voto do prefeito Furão é adiada

 A audiência do processo contra suposta compra de votos, impetrado pela coligação "Quem Ama São Gonçalo vota"’ do candidato, na última eleição, foi adiada.  A audiência que ocorreria nesta terça -feira (17), não pode ser realizada porque o juiz a frente do caso não sentiu-se bem e precisou interromper o depoimento das testemunhas. 

Segundo informações, o juiz reclamou de fortes dores no peito. Um funcionário do fórum o acompanhou – junto com outras pessoas – ao hospital municipal, local onde foi atendido e realizou uma bateria de exames. O portal BK2 entrou em contato com o Fórum Ministro João Mendes e um representante do TSE local informou que não poderia dar informações sobre o fato ou confirmar o ocorrido porque o caso corre sob segredo de Justiça. 

O Hospital Municipal de São Gonçalo dos Campos confirmou por telefone que o juiz deu entrada no local, mas a funcionária não forneceu maiores sobre os procedimentos realizados. 

Nova audiência 

Segundo o advogado, Heverton Andrade, o magistrado passou mal ainda durante a audiência e foi aguardado por cerca de duas horas, mas não retornou ao fórum e a audiência precisou ser adiada. 

"Não ficou definido a data para uma nova audiência. Também não ficou certo se o juiz continua caso ou se será afastado por questões de saúde", afirmou Andrade ao BK2. Conforme ainda o advogado, este é o segundo adiamento. A primeira audiência do caso, que ocorreria no início do ano, também precisou ser protelada. Informações do BK2

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo