Política

Após aceno a Bolsonaro, Gleisi quer afastamento de Moro de casos Lula

Depois de Sergio Moro se dizer honrado e admitir avaliar convite de Bolsonaro para o STF ou o Ministério da Justiça, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, defendeu que ele se dê por impedido de atuar nos casos de Lula, registra a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo.“Só de considerar já mostra que ele sempre teve lado. Isso deveria ser fato primordial para Moro se considerar impedido”, disse Gleisi.Em nota à imprensa nesta terça-feira (30), o juiz federal assinalou que, “caso efetivado oportunamente o convite, será objeto de ponderada discussão e reflexão”.“Sobre a menção pública pelo sr. presidente eleito ao meu nome para compor o Supremo Tribunal Federal quando houver vaga ou para ser indicado para Ministro da Justiça em sua gestão, apenas tenho a dizer publicamente que fico honrado com a lembrança. Caso efetivado oportunamente o convite, será objeto de ponderada discussão e reflexão”, afirmou o responsável pela operação Lava Jato na primeira instância.Fonte: bahia.ba

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo