Polícia

Suposta ex-babá de menina morta pelos pais faz novas denúncias

Uma mulher identificada no Facebook como Anny Martins, que se disse ex-babá da menina Emanuelly Aghata da Silva, de 5 anos, que morreu após suposto espancamento pelos pais, na sexta-feira (2), em Itapetininga, no interior de São Paulo, publicou um desabafo e novas denúncias de maus-tratos na rede social. Segundo ela, as crianças eram agredidas e ficavam sem comida. De acordo com o relato, a ex-babá trabalhou para a família durante três meses e presenciou "muitas coisas naquela casa". Ela cuidava de Emanuelly, que tinha 4 anos na época, João, de 2, e Ana, de 7. "Faltava comida para eles e as vezes eu ligava para meu meu vô levar algo lá. (…) A mãe saia para comprar lanche e deixava as crianças sozinhas e quando voltava comiam os lanches na frente deles e não davam para eles comerem [sic]", disse. "

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo