COVID-19Notícia

Ministério da Saúde anuncia 4ª dose para imunossuprimidos

A nova dose de reforço deve ser administrada quatro meses após a terceira dose; veja a lista de imunossuprimidos.

Na mesma nota técnica em que reduz o intervalo para a aplicação da terceira dose, publicada na última segunda-feira (20), o Ministério da Saúde anunciou também a aplicação de mais uma dose para aqueles que são imunossuprimidos.

A chamada 4ª dose deverá ser aplicada em um intervalo de quatro meses após a administração da 3ª dose.

São listados os imunossuprimidos no documento: pessoas com imunodeficiência primária grave; quimioterapia para câncer; transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas em uso de drogas imunossupressoras; e pessoas vivendo com HIV/Aids, entre outras.

Até o momento, a dose de reforço é destinada apenas para pessoas com 18 anos ou mais.

Fonte: Metro1

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo