Notícia

Marinha nega poluição após explosão em navio gaseiro

De acordo com CPBA, incêndio foi rapidamente controlado pelo pessoal de bordo e não houve feridos

A Capitania dos Portos da Bahia (CPBA) afirmou na tarde desta quinta-feira (9) que a explosão no navio gaseiro “Forte de São Marcos” já foi completamente controlada. A explosão, seguida de princípio de incêndio, assustou a comunidade quilombola da Boca do Rio, que chegou a evacuar voluntariamente

Em nota, a CPBA afirma que, de acordo com as informações preliminares, o incêndio foi rapidamente controlado pelo pessoal de bordo, não houve feridos e não foi constatada a presença de vestígios de poluição hídrica.

“Imediatamente, uma Lancha de Inspeção Naval Blindada foi deslocada da Base Naval de Aratu para o local. Também foram enviadas ao local três equipes de Inspeção Naval da CPBA – uma por terra e as outras duas por via marítima – a fim de iniciar a apuração e garantir a segurança da navegação”, informa a capitania.  

As causas e responsabilidades pelo ocorrido serão determinadas em Inquérito Administrativo instaurado pela Marinha do Brasil.

De acordo com nota da CODEBA (Companhia das Docas do Estado da Bahia), a ocorrência trata-se de uma explosão isolada, durante o processo de desgaseificação dos tanques do navio, que precedem todas as operações de recebimento de gases.

“A empresa proprietária do navio informa que, em virtude dos tanques conterem apenas Nitrogênio (gás inerte), não há risco de nova explosão. Todos os protocolos de segurança na área portuária foram
seguidos.”, diz o documento.  

Fonte: Metro1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo