Geral

Hotelaria baiana tem pior desempenho dos últimos 10 anos

A pesquisa que está sendo realizada pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – seções Bahia e Brasil, aponta uma queda no desempenho da hotelaria de Salvador desde 2011, mas o presidente da instituição, Manolo Garrido, garante que 2013 está sendo o pior ano do último decênio. As causas, no entanto, são bem conhecidas pelo trade e o medo é que a situação perdure depois da Copa do Mundo de 2014.

A queda na taxa de ocupação de janeiro a setembro deste ano, que gira em torno de 5,5%, em comparação a 2012, é consequência de uma baixa no poder de atração da cidade somada ao aumento do número de leitos. Segundo Garrido,os 4.500 novos leitos, resultado de investimentos visando a Copa do Mundo, juntamente com a necessidade de requalificação da orla, os problemas de mobilidade e de segurança pública pelos quais passa a capital baiana, acabaram empurrando para baixo o desempenho do setor.

Apesar dos números,os empresários não falam em crise. “É uma situação previsível, pois o setor vem sofrendo com os mesmo problemas há muitos anos, mas a expectativa é que o quadro melhore a partir do ano que vem”, disse. O presidente da ABIH-BA acredita que os projetos que estão sendo planejados para a cidade tanto pela administração municipal como pela estadual, caso sejam concretizados, devem dar sustentabilidade ao setor.

“Temos nos reunidos com a Prefeitura e com o Governo Estadual e debatido bastante a situação pela qual passa o turismo. Acreditamos que a implementação do que está sendo planejado para a cidade nos próximos anos e com uma política de criação de atrações, principalmente, na baixa estação, poderemos superar o quadro atual e o risco de super oferta após a Copa do Mundo”, disse. Informações Tribuna

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo