Geral

Maragojipe: Mãe acusa médica de negligência e preconceito

Jaqueline Medina, denunciou a imprensa local, que uma equipe médica da Unidade de Saúde de São Roque do Paraguaçu, distrito de Maragojipe, no recôncavo baiano, recusou-se em atender seu filho de 03 anos, que apresentou um quadro de saúde muito grave no último dia 11 de abril. De acordo com a genitora, a enfermeira  e uma médica, disseram que não poderia atender, pois estava realizando um atestado de óbito, a pedido de um assessor parlamentar. A criança apresentava muita febre e dor de cabeça, mesmo assim, não foi atendido, pelos membros do Posto de Saúde. De acordo com a mãe, seu filho só conseguiu atendimento médico após se deslocar a sede do município. A criança passa bem após ser medicada no Hospital Geral da cidade. A reportagem do Mídia Recôncavo tentou contato com as acusadas de negligenciar a consulta médica, mas fomos informados que ambas não estavam na Unidade. A mãe destacou que foi vítima de preconceito e negligência. Segundo ela, informará o caso ao Ministério Público local, a fim de adotar providencias sobre o caso. Informações do Mídia Recôncavo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo