Geral

Jovem passa mal após parto, mas não consegue atendimento em hospitais de Feira

A jovem de 20 anos Thainara Alves, moradora do bairro Campo Limpo, em Feira de Santana, enfrentou uma verdadeira peregrinação no último domingo (24), em busca de um atendimento no sistema público de saúde do município.

Após realizar uma cirurgia cesária, Thainara começou a apresentar fortes dores na região pélvica, dores de cabeça e febre alta constante. Preocupada, a jovem se dirigiu à unidade onde fez o parto, mas, segundo a sogra dela, Adna Pessoa, que a acompanhou, o atendimento foi negado.

“No dia 8 de dezembro, ela ganhou um menino no Hospital Mater Dei. Na última sexta-feira (22), ela começou a sentir dores no pé da barriga, dor de cabeça e febre. Então a levamos para a unidade da Mater Dei para que ela fosse atendida. Chegando lá, fomos informadas que o médico que fez o parto dela não estava e o médico de plantão também não se encontrava e que não poderia receber ela lá”, informou Adna Pessoa.

Após ter o atendimento negado na maternidade, Adna informou que ela e Thainara foram para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), que também negou o atendimento. Em seguida, foram até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do HGCA, que da mesma forma não recebeu; ao Hospital Estadual da Criança, que disse que a jovem deveria retornar para a Mater Dei, e por fim, ao posto de saúde do bairro George Américo, onde o médico de plantão receitou apenas um medicamento para febre e outro para tosse.

“Nós só conseguimos atendimento no posto de saúde do George Américo, ela foi medicada, mas a situação dela não se resolve. Ela precisa fazer a revisão da cirurgia para dar um diagnóstico e dizer o que de fato está acontecendo. Ela suspeita de infecção por causa da cirurgia cesárea. Estamos aqui, a situação está difícil, nenhuma unidade aceita ou porque não tem suporte ou porque tem medo, pois já vem de outra unidade. A criança está bem, mesmo a mãe com febre, e a única coisa que ela faz é amamentar”.

A direção da maternida Mater Dei, em Feira de Santana, foi procurada pela reportagem do Acorda Cidade, mas até o momento ninguém foi encontrado.

 

Fonte: Acorda Cidade

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo