Entretenimento

Arrocha de Pablo gera ‘sofrência’ pelo país

O cantor baiano Pablo foi destaque em uma matéria do jornal Folha de S. Paulo neste domingo (14), depois que a sua música "Homem não chora" viralizou na internet, com vídeos de fãs – e cachorros, e papagaios – chorando por causa da música. À TV Folha, ele revelou que evita ouvir o próprio trabalho, principalmente quando está mais vulnerável. "Se eu estiver brigado com a mulher em casa, não escuto meu trabalho, senão me acabo na cachaça e choro demais", revela. A "sofrência" levou a, pelo menos, 50 vídeos no YouTube, que somam 2,5 milhões de visualizações.

De acordo com Paulo César de Araújo, autor do livro sobre o brega "Eu Não Sou Cachorro, Não", de 2002, tal comoção acontece por causa da veneração do ídolo e da identificação com os temas das músicas. "Como o samba, que agoniza mas não morre, o brega incorpora influências para se reinventar e manter o interesse do público", diz Araújo. 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo