Educação e Cultura

UFRB autoriza uso de nome social para alunos travestis e transexuais

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) aprovou por unanimidade em sessão extraordinária do Conselho Universitário (CONSUNI) da última quarta-feira, 25 de fevereiro, o uso do nome social por estudantes travestis e transexuais. De acordo com a Resolução Nº 01/2015, o estudante transgênero da UFRB, cujo nome oficial não reflita adequadamente a sua identidade de gênero, terá a possibilidade de uso e de inclusão nos registros acadêmicos do seu nome social, a partir da publicação oficial da resolução.

A iniciativa estimula o acesso e a permanência de travestis e transexuais na universidade, uma vez que a pessoa transgênero pode se sentir mais confortável e acolhida no ambiente acadêmico ao ter assegurado o  direito do nome social. O vice-reitor Silvio Soglia, que presidiu a sessão, parabenizou os estudantes pelo engajamento no trato da questão e destacou a importância dessa discussão para agenda política da UFRB no que diz respeito à amplitude do direito à diversidade. O estabelecimento da garantia acontece em atendimento à solicitação, embasada por várias legislações, que foi apresentada pela estudante Alanie Ramos e recentes reivindicações formuladas pelo Coletivo Central dos Estudantes (CCE) ao Conselho Universitário da UFRB. 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo