Cotidiano

Feira de Santana: secretária de Saúde e médico são acionados pelo MPF por estelionato e falsidade ideológica

A secretária municipal de Saúde de Feira de Santana Denise Lima Mascarenhas e o médico José Antônio da Silva Barbosa foram acusados, por meio de uma ação, ajuizados pelo Ministério Público Federal (MPF), de estelionato e falsidade ideológica. Segundo o órgão, o médico que atuava no Hospital Geral Clériston Andrade, em Feira de Santana, teria abandonado suas funções dele por mais de um ano, e o fato teria sido acobertado pela secretária. Ainda de acordo com o MPF, a conduta dos dois causou um prejuízo de mais de R$ 40 mil ao erário. Na ação, o MPF declara que Barbosa, que é servidor público federal vinculado ao Ministério da Saúde, e cedido, na época, à Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana, não compareceu ao trabalho entre janeiro de 2007 e fevereiro de 2008. Nas investigações é apontado que Denise encaminhou ao Ministério da Saúde falsas fichas de frequência do servidor, a fim de comprovar que ele estava trabalhava normalmente. Para o MPF, a conduta dos dois implicou em enriquecimento ilícito. Informações Metro1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo