Cotidiano

Patrícia, do BBB18, diz que filho de 11 anos é alvo de ataques web

A ex-BBB Patrícia está arrependida de comportamentos que adotou durante o confinamento no Big Brother Brasil. Durante conversa com jornalistas na noite desta quinta (19), antes da final do reality, ela disse que fez leituras erradas de alguns participantes e comentários que desagradaram o público. A cearense afirma que é difícil saber a forma correta de agir em uma situação nunca vivida ou imaginada antes. Durante o confinamento, ela fez parte do grupo autointitulado Sétima Aliança, composto também por Ana Paula, Diego, Caruso, Nayara, Viegas e Wagner."Nós imaginávamos que corríamos o risco de sermos considerados vilões, mas não sabíamos a intensidade da coisa. Meu filho David, de 11 anos, é atacado na internet agora", afirmou. A funcionária pública diz que o adolescente recebeu comentários no Instagram dizendo que é filho de satanás, que a mãe dele é um demônio e que vão matá-la. "Isso me machucou muito", disse.Patrícia também foi alvo de chacota nas redes sociais. Ela chegou a ser comparada com a personagem infantil Peppa Pig, mas garante que não se importou: "A Peppa é uma gata. Quem conhece a personagem sabe que ela é incrível."Dentro da casa do BBB 18, Patrícia viveu um affair com o colega de confinamento Kaysar. No entanto, depois que ela foi eliminada, o sírio se aproximou de Jéssica. Os dois não chegaram a se beijar, mas protagonizaram cenas quentes e carinhosas no reality.Frente a frente em um bate papo com a imprensa e aparentemente sem climão, na noite desta quinta (19), as duas sisters cogitaram a hipótese de se envolverem com Kaysar fora da casa."Ele tem coração puro e eu também, então nossa sintonia fechou. Antes da Pati sair eu falava que queria eles super bem. A questão do envolvimento ali comigo foi uma coisa de momento. Mas a gente não comanda o coração. Que bom seria se pudéssemos. Mas não tenho bola de cristal, então não posso dizer o que vai acontecer", disse Jéssica."Aqui fora os sentimentos vão amadurecendo. Assim como ela (Jéssica), não descarto. Como minha mãe diz, tudo pode acontecer, inclusive nada", afirmou Patrícia. Fonte :  Folhapress

 

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo