Política

Plenário do TCU rejeitará parecer, sugere Gabrielli

O ex-presidente da Petrobras José Sergio Gabrielli afirmou que os ministros do Tribunal de Contas da União derrubam, nos julgamentos, a maioria das irregularidades apontadas pela área técnica da corte. Segundo ele, "95% dos casos são rejeitados no plenário". Questionado sobre os relatórios referentes à compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, pela estatal brasileira, Gabrielli disse que não comentaria. "Não conheço o relatório, não posso me posicionar", afirmou ontem. Além de Gabrielli, petistas criticaram o trabalho dos técnicos do TCU ontem, após a divulgação pelo Estado do teor dos relatórios sobre Pasadena. Um dos documentos pede explicações da presidente Dilma Rousseff sobre o negócio. "Já estamos cansados de ter relatórios preliminares que são posteriormente rejeitados pelo pleno do TCU", disse o líder do PT no Senado, Humberto Costa. Dilma foi procurada por meio da Secretaria de Imprensa do Planalto. "Sem comentários" foi a resposta dada a perguntas sobre condutas atribuídas à presidente pelo auditor do TCU que quer explicações dela sobre "ato de gestão antieconômico e ilegítimo".

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo