Política

Nazaré: Prefeito é acusado de improbidade administrativa, contratos fraudulentos e nepotismo

Com denúncias protocoladas no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Ministério Público (MP) e Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o prefeito de Nazaré das Farinhas, na Região Metropolitana de Salvador, Milton Rabelo (PTN), ou Miltinho, como é mais conhecido, juridicamente não anda em bons lençóis. Segundo o site Bahia Notícias, o ex-vereador da cidade e ex-presidente da Câmara local, Junior Figueiredo (PP), apresentou documentos que supostamente provariam irregularidades do alcaide. Só no TCM, o pepista afirma que Rabelo tem 14 denúncias protocoladas. Em duas delas, Miltinho é acusado de improbidade administrativa.

Ele é indiciado por pagar subsídios à secretária municipal de Desenvolvimento Social, Eude Brito, sua mulher, mesmo após seu afastamento por "motivos médicos". O outro processo também envolve Eude, já que, mesmo com uma frota de “diversas ambulâncias”, Rabelo gastou R$ 4 mil em pagamentos de um veículo para transportar a companheira até uma unidade hospitalar. Em sua defesa, Miltinho disse, segundo relatório do TCM, que “Nazaré sempre arcou com o deslocamento para outras cidades, inclusive Salvador”. Na tentativa de embasar a acusação de uso indevido, ele argumentou ainda que “na data do fato não havia ambulância do Samu no município”. A junção da renda do prefeito e da sua esposa seria outro fator que não justificaria o uso de verba pública, já que juntos somam R$ 13,5 mil de ganho familiar.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo