Política

Ônibus não param em Salvador durante protesto contra a reforma da previdência

Diversas centrais sindicais se reúnem, na manha desta sexta-feira (22) no canteiro central da Rótula do Abacaxi e segue para Av Acm, onde farão um protesto como parte da paralização nacional contra a reforma da previdenciária. De acordo com o sindicato dos Rodoviarios , os ônibus não deixaram de circular na capital baiana. A possibilidade de paralisação chegou a ser cogitada na tarde de quinta-feira (21/3). O presidente do Sindicato e vereador, Hélio Ferreira, confirmou a informação durante entrevista ao Aratu On. Segundo ele, apenas representantes da categoria que não estão em serviço realizam o protesto. “Não é uma paralisação, é uma manifestação”, refutou. O vice-presidente do sindicato, Fábio Primo, também se pronunciou. “Ainda não é uma paralisação, se trata de uma mobilização nacional”, disse. A manifestação se dá por conta da votação da reforma da Previdência. O governo calcula que o projeto vai permitir uma economia de R$ 800 bilhões a R$ 1 trilhão nos próximos 10 anos. Por se tratar de uma projeto de emenda constitucional (PEC), a reforma da Previdência precisa ser votada em dois turnos na Câmara e no Senado, com o apoio de no mínimo três quintos dos deputados e dos senadores em cada votação.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo