Política

Vereador diz que PF deveria investigar ‘cada nota fiscal’ utilizada pelo PSL na Bahia durante campanha

Ao reforçar a acusação de que a presidente do PSL na Bahia, Dayane Pimentel, aliada do presidente Jair Bolsonaro, utilizou toda verba partidária destinada ao PSL na Bahia em sua campanha – R$ 483 mil -, o vereador David Salomão de Vitória da Conquista sugeriu que a Polícia Federal (PF) investigue cada nota fiscal, cada valor gasto por ela. “Afinal, não se pode passar em branco que uma presidente de um partido faça o uso de quase meio milhão de reais do dinheiro público exclusivamente em sua campanha. Dinheiro esse, que não é do partido, não é dela e precisa ser apurado”, enfatizou em entrevista à Rádio Itapoan FM na noite desta segunda-feira (18). Por fim, Salomão defendeu o fim do financiamento de campanha e frisou que tem como provar tudo que falou contra a dirigente. “E a queixa não é só minha. Presidentes de outros estados entraram em contato comigo depois que viram o vídeo do meu protesto na Câmara de Vereadores e vários filiados do partido estão insatisfeitos com essa situação”, afirmou. Fonte: Bocão News

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo