Política

Governador Mangabeira: Pimentel promete entrar com ação no Ministério Público contra Prefeitura

Na tarde da última quarta-feira (15), depois de ter conversado com a reportagem do Midia Recôncavo, quando desmentiu a existência de qualquer vínculo funcional com a atual administração do município, o ex-prefeito de Governador Mangabeira Antonio Pimentel denunciou, em sua página no facebook, que o fato de seu nome constar no TCM como funcionário da área de saúde do município trata-se de retaliação por ter cobrado transparência por parte do Executivo e do Legislativo mangabeirense. Leia a seguir um trecho do seu comunicado. 

“Bastou cobrar em post recente das atuais gestões da Prefeitura e da Câmara de Vereadores de Governador Mangabeira – BA, ou seja da Executivo e Legislativo de antes e de agora a transparência no uso dos recursos públicos, para a reação aparecer em forma de um ataque pessoal e infame, infame pois a tentativa de me trazer a cena política novamente, me envolvendo com a atual gestão, através de um trocadilho fajuto no SIGA – Sistema de Gestão de Informações ao TCM – Tribunal de Contas dos Municípios, onde me coloca como beneficiário de pagamentos na área de saúde, imagine que trapalhada, que invenção bem barata e sorrateira?

Fica aqui meu nome completo do qual não conheço homônimos, Antonio Pimentel Pereira, CPF 281.876.525 – 00, a empresa que presto serviços como Consultor é CGM – Gestão Governamental LTDA inscrita no CNPJ 10.547.409/0001 – 86. E desafio qualquer um a provar que tenho qualquer vinculação profissional com a Prefeitura Municipal de Governador Mangabeira – BA, fico á vontade para Câmara de Vereadores pode abrir qualquer fiscalização e fico a disposição para quebrar o meu sigilo bancário e fiscal. Pois administrei R$ 100 milhões em oito anos e nada pode atentar contra minha honra.” 

Bastante revoltado com essa situação que envolve o seu nome indevidamente, o ex-prefeito afirmou que não recuará em seus propósitos de cobrar a transparência na administração municipal e adotará todas as providências necessárias para assegurar o seu direito de cidadão.

Já na manhã desta sexta-feira (17) o ex-prefeito Antonio Pimentel protocolou o Ofício Gab 003/13, requerendo todos os documentos que envolvem o processo de pagamento publicado no mês de janeiro, bem como documentação do servidor, empresa responsável pela alimentação do SIGA e também da empresa de contabilidade pública da Prefeitura.

Confira a nota e o ofício protocolado por Pimentel:

 "Amigos, nos documentos anexados a este texto, vejam que a gestão atual da Prefeitura Municipal de Governador Mangabeira – BA já corrigiu o seu equívoco, do qual vou procurar apurar de forma mais rigorosa possível a adulteração do documento público envolvendo meu nome, que prezo muito, tanto pelas lutas que empreendo nestes 49 anos de vida, quanto pelos meus ideais de vida. É hora de aprofundar as investigações até mesmo porquê a partir de 27 de maio de 2013, vamos ter além da lei de acesso à informação 12.527/11, o alcance da Lei Federal da Transparência, 131/09 que obriga a partir desta data a publicação em tempo real as receitas, despesas e folhas de pagamento das prefeituras e Câmaras de vereadores de todo Brasil na internet. Vejo que agora chegou à vez da sociedade influenciar positivamente no controle e fiscalização do uso dos recursos públicos no país e de forma democrática e ordeira contribuir com os governos no bom uso do dinheiro público."

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo