Polícia

Manicure torturada e morta roubou R$ 27 mil de bandido

A manicure Ane Kelly Santos, de 26 anos, que foi sequestrada, torturada por quatro pessoas e assassinada em São Paulo, furtou R$ 27 mil de um bandido da vizinhança, segundo a Polícia Civil. Inicialmente o motivo divulgado foi que a manicure teria roubado alimentos. Segundo o delegado Itagiba Franco, Jacson Nunes Pereira, de 21 anos, guardava a quantia em casa que vinha sumindo. Ele desconfiava de três pessoas: sua namorada, Renata Fonseca da Silva, de 27 anos; o seu amigo Valmir Lima de Oliveira, também de 27; e de Ane Kelly, a vizinha manicure que fazia faxinas esporádicas em sua casa. A manicure, no entanto, era sua principal “suspeita”. O próprio Jacson mesmo confessou que o dinheiro é proveniente de roubos de motos e carros e de máquinas caça-níqueis. Pereira notou que, nas últimas semanas, Ane Kelly fazia compras incompatíveis com sua renda, como uma televisão. Em depoimento, Pereira afirmou que ela roubou todo o dinheiro que ele guardava. “A gente trabalha para conseguir as coisas”, disse, em depoimento. A primeira informação divulgada pela polícia era que a manicure havia sido linchada por roubar alimentos.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo