DestaqueGeralNegócios

Volume de serviços na Bahia teve expansão de 9,8% em 2021

Em comparação com novembro de 2021, o volume de serviços na Bahia cresceu 1,7%.

O volume de serviços na Bahia encerrou 2021 com expansão de 9,8% em 2021. Na comparação com novembro de 2021, o volume de serviços na Bahia cresceu 1,7%, com ajuste sazonal, já na comparação com dezembro de 2020, expandiu 5,4% e na comparação com o quarto trimestre de 2020, ampliou 3,0%.

As informações com foco no segmento baiano foram analisadas nesta quinta-feira (10) pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento (Seplan), constam na Pesquisa Mensal de Serviços, realizada pelo IBGE.

De acordo com a pesquisa, o volume de serviços no Brasil avançou 1,4% na comparação com o mês imediatamente anterior (série com ajuste sazonal), mantendo a expansão iniciada no mês de novembro (2,7%), acumulando alta de 4,1% nos dois últimos meses. Cinco atividades ganharam destaque: transportes (1,8%), serviços profissionais, administrativos e complementares (2,6%), com ambos avançando pelo segundo mês consecutivo.

A Bahia, por sua vez, seguiu o mesmo comportamento do Brasil e registrou taxa positiva de 1,7%, mantendo a expansão iniciada no mês de novembro (0,4%), acumulando alta de 2,1% nos dois últimos meses.

Dezembro 2020

Em relação ao mesmo mês do ano anterior, o volume de serviços na Bahia avançou 5,4%. Três das cinco atividades puxaram o volume de serviços para cima, com destaque para as atividades de Serviços prestados às famílias (35,2%), que contabilizou a nona variação positiva consecutiva mais expressiva e maior alta da série iniciada em 2012, para os meses de dezembro.

Seguida pela atividade de Serviços profissionais, administrativos e complementares (23,1%) apontou a décima taxa positiva consecutiva neste ano. Por outro lado, as atividades que contribuíram negativamente foram Outros serviços (-41,0%), seguida por Serviços de informação e comunicação (-3,9%) e Transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (-2,0%).

Com relação à receita nominal de serviços, houve expansão de 13,6% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Na comparação com novembro de 2021, cresceu 1,9%, com ajuste sazonal, comparado com dezembro de 2020, expandiu 13,6% e na comparação com o quarto trimestre de 2020, ampliou 11,7%. O indicador acumulado no ano aumentou 14,0%.

Fonte: Bahia.ba

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo