Geral

Governo debate com prefeitos do Recôncavo impactos da ponte Salvador-Itaparica

Os impactos da implantação do Estaleiro Enseada do Paraguaçu (EEP) e da ponte Salvador-Itaparica, no Recôncavo baiano, foram discutidos nesta quarta-feira (6) durante encontro promovido pela Secretaria do Planejamento do Estado (Seplan) com os prefeitos e representantes dos municípios de Nazaré, Aratuípe, Jaguaripe, Muniz Ferreira e Salinas das Margaridas, na sede do órgão, no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Na ocasião, os representantes das prefeituras pediram apoio ao Governo do Estado para a instalação do Polo Industrial do Recôncavo Baiano, empreendimento que dará suporte ao EEP, em uma área de aproximadamente oito milhões de metros quadrados, localizada no município de Nazaré. Segundo eles, a área reúne uma série de características que favorecem a implantação, dentre elas, a proximidade do estaleiro, rodovias e uma rede de gasodutos.

Os participantes discutiram também o crescimento demográfico do Recôncavo, a partir da concretização dos empreendimentos e considerando o novo vetor de crescimento de Salvador, com a construção da ponte. Além disso, o atendimento à população que residirá no entorno do estaleiro e do futuro polo industrial.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo