Geral

Projeto Travessia das Artes aporta em comunidades ribeirinhas de Cachoeira, Maragojipe e São Félix

Numa travessia a saveiro no Rio Paraguaçu pelas comunidades quilombolas e ribeirinhas dos municípios de Cachoeira, São Félix e Maragojipe o Travessia das Artes levará oficinas e espetáculos de memória, contação de história e dança para toda a comunidade. A proposta é proporcionar a fruição da arte e da cultura para comunidades historicamente excluídas, estimular o desenvolvimento de formas de fazer arte e cultura a partir dos bens locais e provocar a investigação e valorização da memória e história oral do território sob metodologias arte-educativas. As histórias orais e memórias do lugar se transformarão em belos enredos de teatro e performance. 



Os artistas oficineiros se instalarão nas comunidades de Iguape, Pilar e Ponta de Souza, ficando três dias em cada uma delas. O saveiro desembarcará em todas as comunidades as 17 horas com o espetáculo Travessia da Memória e nos dias seguintes desenvolverão as oficinas que culminam em um espetáculo próprio, em cada comunidade. 



Dia 19 de Julho, foi na Fazenda do Pilar, na localidade da Lavandeira, ficando até dia 21. No dia 02 de Agosto chega ao Iguape na frente da Igreja de São Tiago, onde fica até o dia 04. E de 09 à 11 de Agosto o Travessia das Artes vai atracar em Ponta de Souza. 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo