Geral

Jovem desaparecida por 22 dias é achada em Hospital

Foram 22 dias de angústia e muita procura, mas o esforço foi recompensado. A estudante de psicologia da Unifacs Nayara Auberginy Macedo Silva, de 22 anos, foi encontrada no Hospital das Clínicas de Uberlândia, em Minas Gerais.


A jovem, que sofre de transtorno de humor bipolar, foi levada por policiais rodoviários federais ao hospital após ser encontrada andando pelo acostamento de uma rodovia próxima a Uberlândia. Ela havia sumido dia 9 de junho, no bairro da Pituba.



Foi possível encontrá-la porque a família enviou e-mail para mais de 30 hospitais do Brasil, para saber se ela estava internada em algum deles. "Pesquisei três dias pela internet contatos de hospitais das principais cidades brasileiras e enviei e-mail para o serviço social de cada um.



O pessoal do Hospital das Clínicas de Uberlândia retornou. Eu enviei a foto dela e eles confirmaram", conta o pai, Alcides Emídio da Silva, 59, que está em Uberlândia acompanhando a jovem.



Antes de enviar e-mails para os hospitais, ele registrou queixa na delegacia de polícia e espalhou mais de 35 mil cartazes com a foto da filha por Salvador, Chapada Diamantina e litoral norte, locais que a família da garota costuma frequentar.



Atenção redobrada



Os pais de Nayara também entraram em contato com o Instituto Médico-Legal de várias cidades. "A vida da gente parou. Agora é uma sensação de alívio. Vamos redobrar os cuidados", afirma Alcides.



Ele explica que a filha fugiu de casa durante crise de transtorno bipolar. "Ela estava bem e começou a rejeitar a medicação. Aí, entrou na fase de euforia, achando que podia fazer tudo, e foi viajar".



Nayara vinha sendo vigiada, mas encontrou a chave de casa e fugiu com a roupa do corpo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo