Geral

Cachoeira: Ponte D. Pedro II foi fechada durante manifestações

A Ponte D. Pedro II, em Cachoeira, foi fechada por manifestantes do movimento Passe Livre, por volta das 11 horas desta segunda-feira, 25. Cerca de 50 pessoas atravessaram a ponte, sentido São Félix, pela área de circulação de carros, logo após a passagem do trem.

A iniciativa do movimento era chamar a atenção da população das duas cidades para reivindicações sociais, segurança pública e combate a corrupção.

Os manifestantes levaram cerca de meia hora até chegar à São Félix, gerando congestionamento nas vias da cidade. Logo que concluíram a travessia, os lideres do movimento foram chamados pelo Tenente Valdomiro Suzart, comandante do Pelotão Especial da 27ªCIPM, para uma conversa amigável, que pediu que os manifestantes não voltassem para Cachoeira bloqueando a ponte.

Os manifestantes pararam em frente a prefeitura de São Félix, onde se articularam para conversar com o vice-governador, Otto Alencar, na tarde de hoje e voltaram para Cachoeira pela área de pedestres.

Segundo Lorena Morais, uma das lideres do movimento, uma carta foi entregue ao Secretário de Cultura do Estado, Albino Rubim, que estava representando o Governo do Estado, com pautas de estudantes e professores da UFRB, que participaram em maior número da manifestação. "Esta carta poderia ser um manifesto de toda a população, afinal, todos moramos e estamos na mesma cidade e utilizamos os serviços dela", disse ela.

O movimento não tem previsão para outro ato, mas os estudantes prometem dar continuidade as comissões que irão dialogar com a prefeitura sobre a segurança pública na cidade e os representantes do transporte público local.

As fotos da manifestação estão disponíveis na página do Mídia Recôncavo, no Facebook. 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo