Geral

Secretário executivo do Ministério do Trabalho aponta aparelhamento na pasta

Um áudio enviado pelo secretário executivo do Ministério do Trabalho, Admilson Moreira, a um grupo de WhatsApp de auditores fiscais aponta aparelhamento da máquina pública por partidos que comandaram a pasta, como PT, PDT, Solidariedade, PTB, além da Força Sindical e da bancada evangélica, de acordo com a Coluna do Estadão. No áudio, Admilson Moreira afirma que precisa participar da transição para poder defender a manutenção do ministério. Ele acusa o coordenador de assuntos jurídicos de Bolsonaro, Pablo Tatim, de querer “fatiar” a pasta. O ex-ministro Ronaldo Nogueira quer convocar o atual, Caio Vieira de Mello, a explicar as declarações do seu subordinado na Comissão do Trabalho da Câmara. Procurado, o secretário diz se tratar de gravação “de interesse privado” e que apenas relatou fatos noticiados pela imprensa ao falar de aparelhamento por partidos. Fonte: Voz da Bahia

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo