Geral

MP investiga suposto esquema de venda de dados pessoais de brasileiros

Uma investigação do Ministério Público do Distrito Federal apura um possível esquema de venda de dados pessoais pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) para outros órgãos da administração pública. De acordo com informações do G1, o inquérito aponta que endereço, sexo e data de nascimento de inscritos no Cadastro de Pessoa Física (CPF) e Jurídica (CNPJ) estavam sendo comercializados por até R$ 273 mil. O caso foi encaminhado para o Ministério Público Federal (MPF) nesta quarta-feira (30). No documento consta que a Serpro não quis comentar a acusação alegando "dever de sigilo". O responsável pelas diligências do caso no Distrito Federal, o promotor de Justiça Frederico Meinberg, acredita que o esquema de vendas é um "negócio milionários" e que envolve órgãos da administração pública direta e indireta. Fonte: Bahia Noticias 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo