Esportes

Tite mantém quarteto ofensivo e confia na defesa por vaga nas quartas

O quarteto ofensivo, com Willian, Coutinho, Neymar e Gabriel Jesus, começou como a grande esperança da seleção brasileira na Copa, mas é na defesa que o técnico confia para ver a equipe chegar às quartas de final.  Tite espera para a partida contra o México, às 11h desta segunda-feira (2), em Samara, a repetição de algo que se acostumou a ter: uma defesa sólida. Com um gol tomado até agora no Mundial da Rússia, o Brasil foi a segunda equipe menos vazada na primeira fase do torneio -atrás apenas do Uruguai, que passou da fase de grupos sem levar gol. Comandada pelos experientes Thiago Silva e Miranda, ambos de 33 anos, a defesa é considerada por Tite o ponto de equilíbrio da seleção brasileira nas oitavas de final. A última vez que o Brasil não passou do primeiro mata-mata foi na Copa do Mundo da Itália, em 1990. A consistência do sistema defensivo não é algo construído apenas no Mundial. Desde as eliminatórias, Tite acertou o posicionamento independentemente da troca de jogadores e das duas formações utilizadas durante os jogos: o 4-2-3-1 ou o 4-1-4-1. 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo