Cotidiano

Jogador de basquete baiano morre no Peru e família não tem como fazer traslado

Um jogador de basquete, nascido em Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, morreu há oito dias no Peru, mas o corpo ainda não foi enterrado porque a família afirma não ter condições financeiras para fazer o traslado para o Brasil. O baiano, que morava em São Paulo, foi a Lima para acertar questões contratuais com um time de basquete e, dias depois, a família recebeu a notícia da morte dele, em decorrência de um infarto. Os parentes foram informados pela Embaixada do Brasil no Peru, que alegou não ter recursos para o procedimento, que o transporte do corpo deve custar R$ 20 mil. Amigos e conhecidos do atleta estão reunidos para arrecadar o dinheiro. A vítima tinha 40 anos e chegou a integrar a equipe do Esporte Clube Bahia, onde conquistou diversas vitórias. Informações Bahia Notícias

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo