Cotidiano

Bebê sofre necrose após ter tira elástica esquecida no braço

Um recém-nascido sofreu complicações após ter o braço esquerdo comprimido por um garrote – tira elástica – esquecido por uma técnica terceirizada. O incidente ocorreu na última quarta-feira (26), na Santa Casa Hospital São Judas Tadeu, em Jequié, no centro-sul baiano. De acordo com nota enviada pela Fundação José Silveira (FJS), que administra o hospital, a tira foi esquecida após a criança ser submetida a uma coleta de sangue e teria causado uma "equimose com necrose superficial" na pele. De acordo com o médico angiologista Silvio Vasconcelos, gerente técnico da FJS, um exame de alta precisão realizado nesta segunda-feira (31), no Hospital Santo Amaro, em Salvador, “constatou que não há comprometimento do fluxo venoso e arterial no referido membro e o processo de recuperação está evoluindo bem”, e o braço não corre risco de amputação. Através da assessoria, a fundação informou que, "após a apuração do ocorrido, sob a responsabilidade do Laboratório Diagnóstica, a Fundação José Silveira tomará as medidas cabíveis". Procurado pelo Bahia Notícias, o laboratório informou que a direção analisa o caso e deve emitir um parecer ainda nesta segunda. Informações Bahia Notícias

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo