Cotidiano

Garoto sofre com tumor raro que não tem tratamento na Bahia; família pede ajuda

Um drama assusta a família do pequeno Luís Gustavo, de apenas um ano, que vive na cidade de Serrinha, no interior do estado. O menino sofre com um tumor benigno formado pela acumulação de vasos linfáticos dilatados, chamado linfangioma, uma doença rara, que segundo os médicos, incide em um em cada 10 mil nascimentos. Segundo o site Bocão News, procurado pela mãe de Luis Gustavo, Maria Keila de Oliveira Santos, "Com três meses, ele já tinha uma glandulazinha, era imperceptível. E de uns três meses para cá, o inchaço foi aumentando bruscamente e a gente começou a procurar os médicos. A gente foi no Hospital Irmã Dulce, Hospital Aristide Maltez e Hospital Santa Izabel. O médico desse último disse que não dava para fazer a cirurgia, pois iria deformar o rosto dele e poderia até afetar algum vaso e comprometer a vida do bebê", disse.

 

Ainda segundo a mãe do menino, os médicos disseram que não há remédio, nem tratamento na Bahia para o caso. Luis Gustavo só pode ser tratado na USP que fica em Ribeirão Preto, em São Paulo. Lá é o único lugar que tem acesso a substância OK432, que é aplicada na lesão e provoca o desaparecimento do cisto. No entanto, a família de Luis Gustavo sofre também com a falta de dinheiro para custear o tratamento. Quem quiser ajudar o garoto Luis Gustavo pode entrar em contato com a redação do site Bocão News por meio do número 71 8182-3314. Informações Metro1

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo