Polícia

Homem diz que fazia ato obsceno para ‘ativar testosterona’ durante musculação

"Ele disse que estava fazendo musculação e, entre uma série e outra, se masturbava para ativar a testosterona", disse o delegado Victor Spínila Bastos sobre Bruno da Silva Santos, 33 anos, preso nesta quarta-feira, 8, ao ser flagrado fazendo um ato obsceno para sete adolescentes, na Cidade Baixa. O crime aconteceu quando o homem estava no terraço de uma casa no bairro de Roma, observando as meninas, que têm entre 11 e 15 anos, durante ensaio de uma coreografia que elas faziam na área aberta de uma casa próxima (. "Elas estavam dançando quando perceberam o homem no terraço. Ele estava sem rouba fazendo o ato explicitamente para que elas o percebessem. Uma das meninas chamou a mãe e contou sobre o homem", informou o titular da 3º Delegacia Territorial do Bonfim, que investiga o caso. Quando a mulher, que não teve o nome revelado, foi ao local para falar, Bruno ainda a ameaçou de morte, caso fosse registrado uma queixa. "Ele (Bruno) ficou dizendo que era aquilo mesmo, que não iria parar. A mãe e as adolescentes vieram para delegacia e registraram o boletim. Imediatamente, nós chamamos os pais das outras seis meninas. Depois que esclarecemos o caso, os policiais foram ao imóvel e o prenderam", falou Spínola. O delegado ainda contou que Bruno apresentou muita agressividade durante a prisão em flagrante: "Ele se mostrou bastante agressivo, não só na casa, mas também aqui na delegacia. O homem estava muito agressivo com a mãe e a irmã dele".

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo