Geral

Cruz das Almas: Número de homicídios aumenta 80% em relação ao mesmo período do ano passado

A morte de duas pessoas no último final de semana chamou a atenção para a sensação de insegurança que vive os moradores de Cruz das Almas, uma das principais cidades do Recôncavo Baiano. Bruno Dias, 32, comerciante local, se diz assustado e preocupado, "Cruz das Almas  sempre teve a característica de cidade civilizada. Agora você começa a perceber o medo das pessoas, que querem estar mais cedo em casa para se proteger." conta ele.

Raimundo Garcia, 50, que já teve o veiculo roubado em novembro do ano passado, enquanto assistia um jogo na Coplan, se diz apreensivo com o aumento da violência, "Nasci e me criei em Cruz das Almas e percebo que as drogas tem sido a principal causa de tudo isso.", comenta.

O Mídia Recôncavo buscou, com exclusividade, dados da 27ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) , que aponta um aumento de 80% dos homicídios na cidade, em relação ao mesmo período do ano passado.

"Foram 5 homicídios de janeiro à julho de 2012. Em 2013, foram 9 homicídios", relata o Chefe de Planejamento Operacional da Policia Militar, Capitão Sousa Júnior (foto à esquerda). Segundo ele, grande parte dos crimes estão ligados ao trafico de drogas e, na maioria dos casos, a prisão do assassino é feita em flagrante pela PM. "O período mais critico na cidade é do mês de abril à julho. São nesses meses pré e pós São João que percebemos a maior incidência de homicídios em Cruz das Almas.", afirma o Capitão.  

Região da 27ªCIPM teve 60 homicídios em 2012

A 27ªCIPM cobre doze cidades do recôncavo, são elas: Maragogipe, Cruz das Almas, Santa Terezinha, Castro Alves, Sapeaçu, São Felipe, Conceição do Almeida, Cabaceiras do Paraguaçu, Muritiba, Governador Mangabeira, Cachoeira e São Félix.  A 27ªCIPM conta com 342 policiais militares para uma população de 310 mil habitantes.


Levantamento feito pelo Chefe de Planejamento Operacional da Policia Militar, Capitão Sousa Júnior, do quadro de homicidios nas 12 cidades cobertas pela 27ªCIPM, entre 2006 até julho de 2013

Muritiba, Cruz das Almas e Maragogipe são as cidades que se destacam com maior casos de assassinato, em relação ao mesmo período do ano passado. Conceição do Almeida e Santa Terezinha, até o momento, não registraram homicídios.

De 2006 até 2012, foram 237 homicídios nas 12 cidades cobertas pela 27ªCIPM. Até julho de 2013, já foram contabilizados 36 assassinatos. "O ano de 2012 assustou não somente a região, que teve 60 homicídios. Foi um aumento na Bahia toda" diz o Capitão Sousa Júnior. Em março deste ano, foi divulgado um mapa da violência no Brasil, onde a Bahia aparece com 7 de 20 cidades com mais mortes por armas de fogo. Simões Filho, Porto Seguro, Eunápolis e Lauro de Freitas apareceram entre as 10 cidades.

O Capitão Sousa Júnior ressalva que todos os esforços vem sendo feito pela Policia Militar. Na manhã de hoje, enquanto a equipe do Mídia Recôncavo realizava essa entrevista, cerca de 100 homens participava de um treinamento especial para abordagem e tiro. "A Policia Militar está fazendo a parte dela. Estamos batendo recorde em apreensão de drogas e armas de fogo, além de efetuar a prisão em flagrante da grande maioria dos casos de homicídios da região", finalizou o Capitão Sousa Júnior. 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo