Eventos

Festa do Bonfim reúne diversidade religiosa e cultural

A mistura de religiosidade, manifestações populares, música e fé deu o tom à Lavagem do Bonfim, que completou 260 anos nesta quinta-feira, 16. Logo no início da manhã, inúmeros fieis já aguardavam pela celebração ecumênica realizada na Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, no Comércio, que contou com a participação de representantes da Federação Espírita da Bahia, Igreja Batista, Federação do Culto Afro Brasileiro, Hinduísmo e Organização Brahma Kumaris, além da apresentação do coral da Basílica.

O cortejo rumo à Colina Sagrada foi aberto pelo tradicional grupo de 50 baianas vestidas a caráter, seguidas pelas outras 45 entidades cadastradas e por blocos independentes que aderiram ao desfile durante o trajeto. Se o início do desfile foi marcado por protestos das baianas, a chegada à Igreja do Bonfim foi marcada pela valorização da importância destas personagens para a celebração.



Diversas autoridades e representantes do poder público também prestigiaram a festa, entre eles o prefeito ACM Neto e a vice-prefeita Célia Sacramento, o governador Jaques Wagner, a ministra da Cultura Marta Suplicy, o vice-governador Otto Alencar e o pré-candidato à sucessão do governo e chefe da Casa Civil da Bahia, Rui Costa.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo