DestaqueEmprego

Cruz das Almas: Saldo da geração de empregos é o melhor dos últimos anos

Município registrou 336 novas vagas de emprego formal nos cinco primeiros meses de 2021.

Entre janeiro e maio de 2021, Cruz das almas registrou 1149 novos trabalhadores admitidos em empregos formais e 813 desligamentos. Nos cinco primeiros meses, o saldo acumulado é de 336 novas vagas com carteira assinada. Em comparação com o mesmo período, esse é o melhor resultado para o Município nos últimos anos.

Os números estão disponíveis no Caged e Novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério da Economia, com dados até maio deste ano. De acordo com os relatórios divulgados até o momento, a cidade teve desempenho positivo em todos os meses de 2021.

Em janeiro foram 224 admissões, um crescimento de 36,5% nas contratações em relação ao último mês de 2020, e 158 desligamentos, o que resultou em um saldo de 66 novos postos de trabalho no mês. O número continuou favorável nos meses seguintes. Em fevereiro foram 242 admissões, com saldo de 57; março teve 242 contratados e saldo de 48; abril, 217, com diferença de 88 novos empregados em relação aos demitidos; e maio, com 224 contratações e saldo de 77.

O prefeito Ednaldo Ribeiro acredita que os dados mostram a recuperação da economia e a retomada da confiança dos empresários na gestão. “Desde o início do mandato tenho repetido que um dos principais propósitos do nosso governo é trazer empregos. Vamos continuar trabalhando para conseguir ainda mais oportunidades e renda para a população cruzalmense”, afirma Ednaldo.

Recuperação de empregos

Até maio, o saldo de empregos em 2021 foi quase o dobro do registrado no mesmo período de 2019, último ano antes da pandemia. Na época, o resultado foi de um aumento de 169 postos de trabalho contra os 336 deste ano. O levantamento confirma a tendência de aquecimento na economia após um período de desaceleração, que se agravou durante a crise da covid-19.

“Esses números já mostram uma grande melhora da situação em que se encontrava o nosso Município até o ano passado. Cruz das Almas retomou o caminho do desenvolvimento e, por isso, acredito que nos próximos meses esse resultado vai se manter positivo”, complementa o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Euricles Neto.

Por outro lado, quando analisados os dados do histórico anual da cidade, o saldo de geração de empregos em Cruz das Almas apresenta tendência negativa há anos. Nos doze meses de 2017, o Município perdeu 333 de postos de trabalho; em 2018, o número foi de 97 empregos a menos; 2019 teve 238 vagas fechadas; e em 2020, o saldo continuou negativo com a perda de 166 empregos com carteira assinada.

Fonte: ASCOM

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo