Geral

Pescador morre ao se chocar com cerca elétrica em mangues de Maragojipe

As empresas ODEBRECHT e OAS travam disputa para o utilizarem da área ambiental da cidade de Maragojipe. A reserva extrativista Baia do Iguape, é reconhecida pela Fundação Cultural, sendo que atualmente seus mangues, local de sobrevivência de muitos pescadores estão sendo destruídos pela disputa das empreiteiras. No último mês de fevereiro, o pescador, José Ribeiro 74 anos, teve sua vida tirada após colidir seu barco de pesca onde se encontrava com mais seis amigos em uma das cercas elétricas que rodam o ambiente. Segundo informações do amigo Alex, ele teve que aplicar um pontapé contra José para poder libertá-lo dos arames elétricos; porém sem sucesso, José não sobreviveu e  veio a óbito no local. De acordo com Laudo emitido pelo Departamento de Polícia Técnica de Santo Antônio de Jesus, o pescador morreu após, uma parada cardiorrespiratória provocado por descarga elétrica industrial. Pescadores, relatam que já informara o caso ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA) porém nenhuma providencia foi adotada até o momento. José era  pai de dois filhos e sustentava a família com a pesca. As cercas elétricas são visivelmente em toda reserva extrativista, impendido os pescadores de atuarem na área, que são deles. Informações do Mídia Recôncavo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo