Geral

Tributos representam 36,27% do PIB em 2012, diz IBPT

A carga tributária brasileira correspondeu a 36,27% do Produto Interno Bruto em 2012, de acordo com cálculo feito pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) e divulgado nesta segunda-feira. No ano anterior, o estudo apontou uma participação de 36,02% do PIB, enquanto em 2000 era de 30,03%. Pelas contas do instituto, cada brasileiro pagou 8.230,31 reais em tributos ano passado, 460,37 reais a mais do que em 2011. Foram arrecadados no Brasil 4,36 bilhões de reais diários em tributos, ou mais de 50 mil reais por segundo. Para a instituição, o baixo resultado da economia no ano passado, de 0,9% de expansão do PIB na comparação com 2011, e a alta arrecadação explicam o aumento da carga tributária. Em 2011, a arrecadação do país tinha chegado a 1,49 trilhão de reais e, no ano passado, avançou para 1,59 trilhão de reais. Em termos nominais, segundo o IBPT, a arrecadação tributária aumentou 7,03% e o PIB 6,26%. “O IBPT havia previsto uma pequena queda da carga tributária de 2012, mas a surpreendente arrecadação de novembro e dezembro e o fraco desempenho do PIB resultaram em novo recorde histórico”, disse nesta segunda-feira, em nota distribuída à imprensa, o presidente do Conselho Superior e coordenador de estudos do IBPT, Gilberto Luiz do Amaral. Para ele, as desonerações no ano passado “não afetaram” a arrecadação. Leia mais em Veja.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo