Geral

Jovem denuncia homofobia por ter sido detido após beijo gay no carnaval de Salvador

Um jovem de 24 anos diz ter sido vítima de homofobia e abuso de poder após ser detido por um oficial da Polícia Militar, com outros dois amigos, depois de dar um beijo (selinho) em outro homem, no carnaval de Salvador. A situação ocorreu no circuito Osmar (Campo Grande), no centro da capital baiana, na segunda-feira (12). O designer Ciro Fico, o amigo que ele beijou e uma amiga que estava com eles foram levados para uma delegacia da região, e foram autuados por desacato a autoridade e importunação ofensiva ao pudor. Os três só deixaram a unidade policial após assinarem um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). O celular da amiga do designer, que foi usado para filmar parte da situação, foi apreendido. No Boletim de Ocorrência (B.O) da situação, o oficial da PM, que não teve o nome divulgado, relata que Ciro Fico e o amigo causaram "constrangimento ao público presente" com o beijo, e que a amiga deles teria feito "apologia ao crime ‘beijos lascivos’" por defender os dois. Nas redes sociais, Ciro compartilhou uma foto do documento e, na legenda da imagem, relatou a situação. 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo