Cotidiano

SAC tem 200 mil documentos abandonados na Bahia

Cerca de 200 mil documentos, entre carteiras de trabalho (CTPS), identidade (RG) e habilitação (CNH), estão abandonados em postos do Seviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) em Salvador e no interior da Bahia. Somente de carteiras de trabalho, são 168 mil unidades não retiradas pelos cidadãos.

No ranking de documentos desprezados vêm, em seguida, as carteiras de identidade (20.526 documentos) e de habilitação (7.313 mil). O diretor operacional do SAC, Dário Silva, afirma que o armazenamento desses documentos gera ônus para o estado e prejudica os cidadãos.

"Isso força a rede a ter mais funcionários para lidar com aquele documento armazenado. Quando o cidadão solicita um documento três ou quatro vezes, ele está fazendo uso da máquina pública para o mesmo serviço, tirando ou ocupando o espaço de outro que precisa", diz.

A carteira de identidade fica armazenada nos postos SAC por seis meses. Se não for retirada, é devolvida para o Instituto Pedro Mello (vinculado à Secretaria da Segurança Pública e responsável pela confecção do documento).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo