Política

MPF e Procuradoria da República abriram inquérito para apurar fechamento do SAMU 192 em Maragojipe

Com quase três meses de governo a prefeita de Maragojipe,  Vera Lúcia dos Santos ( PMDB), encontra-se amontoada em problemas administrativos que estão agravando sua administração.  Como se não bastasse  as denúncias do ex-secretário e coordenador de campanha Arivaldo Vieira,  com fortes acusações de compras de votos, por a então candidata Vera da Saúde. Desta feita,  sua  gestão se ver imprensada contra parede, tudo isso, por conta do fechamento do Serviço Móvel de Urgência –SAMU 192.  De acordo com  assessoria de imprensa da prefeitura,  o  SAMU parou suas atividades, devido a ausência de elementos fundamentais para sua funcionalidade.  A assessoria  informa em nota pública, que o Serviço  funcionou durante esses anos, sem a habilitação do Ministério da Saúde.  Segundo a Nota, faltou capacitação para os socorristas,  sendo que nem fardamentos  tinha,  tão menos equipamentos de proteção.  A assessoria também alega processo seletivo irregular.

 Inquérito do MPF

O Ministério Público Federal abriu inquérito para apurar o fechamento do SAMU em Maragojipe. Segundo o órgão, o município teria um contrato de  250 mil reais mês.  “No Ministério da Saúde está prevista transferência, regular e automática, aos Fundos de Saúde do Estado da Bahia e Municípios, valores mensais que, no caso de Maragogipe corresponderá a R$ 250.500,00 (duzentos e cinqüenta mil e quinhentos reais), diz o MPF”. A instituição federal solicita do Fundo Nacional de Saúde que informe através de oficio, se tem conhecimento do fechamento do SAMU na cidade do recôncavo. A Procuradoria da República no Estado também  irá apurar o fechamento do SAMU 192 em Maragojipe 


Quando Vereadora Vera denunciou descaso com o SAMU 192


Em 2011, a atual prefeita Vera da Saúde atuava como vereadora de oposição ao prefeito Silvio Ataliba e em sessão na Câmara de Vereadores, acusou o então gestor de abandonar em uma área de vegetação, a ambulância  do SAMU 192, como mostra foto acima, utilizada por Vera na sessão. Naquela oportunidade Vera exigia  a funcionalidade do Serviço. Hoje, após ser eleita prefeita de Maragojipe, Vera da Saúde, resolve fechar o SAMU 192, em outra cobrada por ela que se  regulasse de imediato na cidade.

 

Reportagem: Fábio Santos – Mídia Recôncavo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo